Sexta-Feira, 6 de Dezembro de 2019  


09/02/2017

ORIENTAÇÕES PARA USO DO RÁDIO TRANSMISSOR.

Senhores árbitros(as) e assistentes.

A aquisição dos rádios comunicadores foi um avanço na arbitragem carioca. Com muito esforço a FERJ não se limitou para oferecer uma ferramenta poderosa, utilizada pelos melhores árbitros do mundo e nos campeonatos mais famosos, onde estamos incluídos.

No entanto, diversos problemas estão sendo apontados pelos senhores nas partidas que utilizam os rádios comunicadores. Após, apurada avaliação, detectamos que na maioria dos casos, os problemas se relacionam com os fones (headset). Nos levando a acreditar que o manuseio deste equipamento não esta sendo feito de maneira correta.

Assim, resolvemos reiterar algumas observações que julgamos importantes para o bom funcionamento dos aparelhos e, consequentemente, de seus jogos.

1. Carregue as baterias em casa;
2. Monte o rádio assim que chegar ao vestiário. Insira os fones com cuidado;
3. Faça a criptografia dos rádios, mesmo naqueles que não serão utilizados;
4. Vá para o aquecimento com os rádios, assim poderá ser verificado qualquer necessidade de reparo;
5. O quarto árbitro deve ir aos vestiários dos clubes com o rádio;
6. A posição do rádio no braço É COM A ANTENA VOLTADA PARA CIMA, desta forma, evitaremos a entrada de umidade pelo conector do fone de ouvido, o que pode provocar emudecimento do aparelho;
7. Coloque o protetor de espuma na ponta do microfone, isto diminui o barulho provocado pelo vento e protege da umidade proveniente de suor, chuva ou saliva;
8. NÃO RETIRE, EM HIPÓTESE ALGUMA, os conectores dos fones, enquanto o rádio estiver preso no braço, pois a recolocação dos conectores sem uma visualização adequada pode provocar danos nos conectores, que são muito sensíveis.
Esperamos contar com os senhores para a preservação de um equipamento necessário para o trabalho que estamos executando com muita dedicação e sucesso.

Comissão de Arbitragem



Comissão de Arbitragem de Futebol do Estado do Rio de Janeiro